30 de janeiro de 2007

Tatuagens

Mulheres mondari © J. Vieira

Algumas tribos do Sul do Sudão praticam a tatuagem do rosto e/ou do corpo. As incisões na pele são parte do rito de iniciação à vida adulta tanto para rapazes como para raparigas e têm três significados: coragem, pertença e beleza.
A tatuagem é um processo voluntário e doloroso. É feita com uma faca a sangue frio. Os cortes são profundos. Ao aceitar a tatuagem, a pessoa dá prova de coragem e de capacidade para aguentar a dor e o sofrimento, em preparação para enfrentar vicissitudes da vida adulta.
Cada tribo tem as suas próprias tatuagens. As marcas na face e ou no corpo são sinal de pertença a um determinado grupo étnico, um elemento importante de identidade pessoal.
A tatuagem é também uma marca de beleza. Um conceito que é mais cultural que estético. Pelo menos para mim.

1 comentário:

Ronny disse...

Curioso o efeito dessas tatuagens. Também visitei a sua galeria de imagens de Kivuli, um belo ensaio fotográfico. Parabéns pelas diferentes expressões capturadas!
Saudades, mano!
Grande abraço!