18 de janeiro de 2007

A solo

© Patrick Taban

Hoje programei e dirigi pela primeira vez a emissão de Rádio Bakhita a solo. A Ir. Cecília Sierra, directora da estação, está doente. A bronquite asmática não se dá muito bem com o pó de Juba!
Como já tinha posto no ar alguns segmentos da emissão, estou familiarizado com os comandos e as rotinas do DJ Pro, o programa que usamos.
A emissão correu bem! Bem, quase, porque pus no ar o boletim informativo da Rádio Vaticano de ontem. Notícias recessas…
Para quem está há cerca de um mês em contacto com o mundo maravilhoso da rádio, não me saí mal. Aliás, estou admirado com a velocidade com que aprendi a manejar os programas de edição e emissão.
Por outro lado, a equipa da Rádio Bakhita está mais à vontade, tem mais experiência e começámos a produzir mais e melhor. Mabruk! Parabéns!
Já produzimos rubricas diárias com alguma qualidade: Alegria de viver, ideias e valores para a juventude; Testemunhos de vida: histórias que têm de ser contadas (biografias de pessoas e santos); Palavra de Deus para nós, hoje (evangelho do dia com uma reflexão); Um povo, muitas vozes: ideias e opiniões dos habitantes de Juba (vox pop); Jornada de paz: iniciativas para construir a paz e a reconciliação na linha do Acordo Global de Paz (à base de entrevistas no estúdio); Jovens e a vida: 101 perguntas e respostas; Conhece a tua fé: para construir a Igreja que Deus que sejamos.
Três elementos da equipa estão a frequentar em Cartum um curso intensivo de dois meses, organizado pela Rádio Miraya, a estação das Nações Unidas e «concorrente» da Bakhita em Juba. Miraya, em árabe, significa espelho.

3 comentários:

Ronny disse...

Ser DJ não me parece que era algo imaginado por você, Vieira! Aliás, muita coisa acontece em nossas vidas sem que antes tivéssemos pensado na possibilidade de acontecer.
Um abraço e boas vibrações para que você, amigo!

elsa nyny disse...

Olá!
mas, que bem!!!
Tens jeito!! E quando gostamos de fazer as coisas aprendemos rapidinho!
Muito bem!!!


Beijinhos!!!
:))

Anónimo disse...

Pareces feliz na foto, ainda bem Simon. Espero que tudo vai correr bem para ti em Africa selvagem,

beijo

chica