8 de janeiro de 2007

Mês primeiro

Com a Directora da Rádio Bakhita, a Ir. Cecília, e Patrick, músico, locutor e produtor

Faz hoje um mês que aterrei em Juba. Achei estranha aquela luminosidade leitosa da bruma da manhã que me envolveu. Senti-me um pára-quedista que caiu num lugar estranho, sem referências. Uma África muito diferente, uma cidade a recompor-se de 20 anos de guerra. Pessoas com um sorriso lindo, mas de olhar triste, sofrido, violento mesmo. As cicatrizes da guerra estão por todo o lado.
Os primeiros dias foram de reajustamento psicológico e físico. Com a idade, a adaptação torna-se mais lenta e sofrida. Comecei verdadeiramente a sentir-me em casa desde o dia 31 de Janeiro, altura em que finalmente desfiz a mala. Agora, estou mais confortável com o calor, o pó, o ambiente, a cidade e a sua gente, os colegas e o trabalho.
E Rádio Bakhita continua a crescer. A fase experimental vai prolongar-se até 8 de Fevereiro com duas horas de emissão diária. Passámos de uma programação baseada na música para programas produzidos por nós sobre juventude, Acordo Global de Paz (CPA em inglês) – que amanhã celebra o segundo aniversário, sida, limpeza, entrevistas a individualidades civis e religiosas, programas sobre os temas de conversa nas ruas e mercados, uma reflexão sobre o evangelho do dia, etc. Em inglês e árabe de Juba, uma versão mais simples da língua. Às vezes nota-se algum amadorismo, mas estamos todos a aprender fazendo rádio.
Há ainda alguns problemas de ordem técnica. As condições de trabalho são precárias: os estúdios são dois contentores, quentes e mal insonorizados; por vezes o sistema eléctrico «cai» e é preciso reiniciar a emissão. Depois, os jovens colaboradores que estão em formação intensiva são pouco constantes: aparecem e desaparecem, chegam tarde…
Há ainda que nos familiarizarmos mais com os programas de edição e de emissão, uma aprendizagem que leva tempo e rodagem.
Olhando para trás, faço um balanço positivo do meu primeiro mês em Juba. As barreiras têm sido ultrapassadas com a colaboração e o esforço de todos. E Rádio Bakhita 91 é já uma marca conhecida na cidade.

1 comentário:

elsa nyny disse...

Olá Zé!!!

Já um Mês?
O tempo voa!
As tuas descrições tocam-me...e fazem-me admirar-te mais ainda!!!

Muita força!!!

beijinhos!!!
:))