31 de agosto de 2006

Estórias


BATATAS NO JARDIM

Um velho árabe muçulmano iraquiano, a viver há mais de 40 anos nos EUA, quer plantar batatas no seu jardim, mas cavar a terra já é um trabalho demasiado pesado para ele. O seu filho único, Ahmed, está a estudar em França, e o velhote envia-lhe a seguinte mensagem:
«Querido Ahmed: Sinto-me mal porque este ano não vou poder plantar batatas no jardim. Já estou demasiado velho para cavar a terra. Se tu estivesses aqui, todos estes problemas desapareceriam. Sei que tu remexerias e prepararias toda a terra. Beijos Papá»
Poucos dias depois, recebe a seguinte mensagem:
«Querido pai: Se fazes favor, não toques na terra desse jardim. Escondi aí umas coisas. Beijos Ahmed»
Na madrugada seguinte, aparecem no local a polícia, agentes do FBI, da CIA, os SWAT, os Rangers, os Marines, e alguém mais da elite norte-americana, bem como representantes do Pentágono, da Secretaria de Estado, do Mayor, etc.
Removem toda a terra do jardim procurando bombas, ou material para as construir, antrax, etc...
Não encontram nada e vão-se embora, não sem antes interrogarem o velhote, que não fazia a mínima ideia do que eles procuravam.
Nesse mesmo dia, o velhote recebe nova mensagem:
«Querido pai: Certamente a terra já está pronta para as batatas. Foi o melhor que pude fazer, dadas as circunstâncias. Beijos Ahmed».
Obrigado, Aniceto, pela estória.

2 comentários:

beans disse...

olá, passei por seu blog e achei muito interessante, ótimas histórias, imagens e análises

José da Silva Vieira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.