2 de fevereiro de 2014

MISSIONÁRIOS DE LEER ESTÃO BEM

Comboniano brasileiro Padre Raimundo Rocha, pároco de Leer, com alunos da pré-escola

A equipa missionária de Leer, no Sudão do Sul, encontra-se bem e a Cruz Vermelha está a tratar do seu transporte do campo de refugiados onde se encontra.

Quatro missionárias e cinco missionários combonianos encontravam-se incontactáveis desde sexta-feira quando decidiram refugiar-se no mato para escapar ao ataque que o exército estava a montar com a ajuda de rebeldes sudaneses do Darfur a Leer, a terra natal do líder da oposição ao Presidente da República.

O padre Stephen Ochir disse-me esta manhã em conversa telefónica desde Bentiu, a capital do estado sul-sudanês de Unidade onde também se encontra Leer, que os missionários estavam bem num campo de refugiados e que a Cruz Vermelha estava a tratar do seu transporte para Leer e depois para Bentiu.

Os missionários decidiram evacuar a missão na sexta-feira de manhã e levaram consigo dois telemóveis-satélite e três viaturas, mas não deram sinais de vida desde a última mensagem enviada pela internet.

No sábado, o padre Ochir viu em Bentiu um carro da missão de Leer com uma metralhadora pesada montada na carroçaria.

Tudo indica que os missionários foram interceptados pelo exército durante a fuga para o mato e os militares confiscaram as viaturas e os telemóveis.

O padre Ochir pediu ao Governador de Unidade para localizar os missionários através do exército no que foi bem sucedido.

O Governador também ordenou ao exército que segurasse a missão de Leer para evitar pilhagens.

As tropas do governo, auxiliadas pelos rebeldes do JEM, o Movimento de Justiça e Igualdade, do Darfur, entraram no sábado em Leer, a cidade natal de Riek Machar Teny e da sua esposa Angelina Teny, acusados de liderar a revolta contra o presidente Salva Kiir Mayardit que descambou num banho de sangue.


Desde 15 de Dezembro, quando os confrontos começaram em Juba, mais de 10 pessoas foram mortas e cerca de 800 deslocadas pelo conflito que se alastrou aos estados de Jonglei, Nilo Superior e Unidade.

1 comentário:

Aurora salgado disse...

We are following the tragedy of Southern Sudan and we are praying for all of you and all the people involved.
May The Lord of love and Peace, grant peace to this wonderful Southern Sudanese people.