20 de maio de 2016

Sudão do Sul: MISSIONÁRIA MORRE, BALEADA POR SOLDADOS

Uma missionária morreu hoje em Nairobi, Quénia, após ter sido baleada por soldados em Yei, no Sudão do Sul, no início da semana.

A Irmã Veronika Terézia Racková, das Missionárias Servas do Espírito Santo, foi baleada por uma patrulha do exército quando regressava do transporte urgente de uma parturiente da clínica que dirigia para o hospital à uma da manhã de segunda-feira.

A ambulância estava devidamente sinalizada.

A missionária tinha 58 anos e era natural da Eslováquia. Dirigia o Centro de Saúde Santa Bakhita, da diocese de Yei, desde 2010.

Foi ferida com gravidade no estômago e na bacia e foi evacuada para Nairobi na segunda-feira devido à gravidade dos ferimentos.

Dom Erkolano Lodu Tombe, bispo de Yei, anunciou esta tarde na catedral de Cristo-Rei que a Ir. Veronika não resistiu aos ferimentos e faleceu no Harvester Hospital em Nairobi.

O bispo disse que a Ir. Veronika lhe confidenciou antes de ser evacuada de helicóptero para o Quénia que não resistiria aos ferimentos.

O Ministro da Informação do Estado de Yei River, Stephen Lodu Onesimo, condenou o incidente como «ato indisciplinado e bárbaro».

Disse que três soldados suspeitos de disparar sobre a ambulância foram presos na segunda-feira e vão ser julgados.

A Ir. Maria Jerly Renacia, superiora das Missionárias Servas do Espírito Santo na Etiópia e no Sudão do Sul, disse que a morte da Ir. Veronika abalou as outras irmãs presentes no país, mas não iam abandonar o país.

«Esperamos continuar a servir os necessitados desta grande nação da África apesar deste incidente infeliz», disse à Rádio Easter, a emissora católica de Yei.

A província da Etiópia e Sudão do Sul postou uma mensagem de agradecimento no Facebook intitulada «Preciosa é, na verdade, uma vida dada pela Missão.»

«Muito obrigado pelas vossas preciosas orações e apoio demonstrado. Apesar de estarmos em dor e tristeza profundas pela morte da Ir. Veronika, oferecemos paz, cura e compaixão às pessoas no Sudão do Sul a quem ela deu a sua vida, especialmente aqueles que a feriram. Que o Amor do DEUS Trino seja semeado em cada coração», diz a mensagem.

A Ir. Veronika trabalhou na Itália, Holanda, Alemanha, Áustria, Irlanda, Reino Unido, Indonésia e Gana antes de chegar ao Sudão do Sul.

Que reste no abraço terno e eterno de Deus. Que a sua vida seja semente de paz no Sudão do Sul.

2 comentários:

Arlindo Pinto disse...

“Não há maior amor do que dar a vida pelos outros…” Repousa em paz, querida irmã Veronika Terézia Racková. Tudo por amor a Deus e ao povo do Sudão do Sul...

Natália Teixeira Ferreira disse...

Sangue de mártires sementes de paz, é assim o missionário, ...o perigo espreita, mas não pode fugir, nem parar,...a MISSÃO urge... Paz à alma da irmã Verónika e que a sua entrega a Deus traga Paz a todo o Mundo, de modo especial ao Sudão do Sul